Eleições 2020: Operação contará com 8,2 mil agentes de segurança no Rio Grande do Norte

Eleições 2020: Operação contará com 8,2 mil agentes de segurança no Rio Grande do Norte

Mais de 8 mil agentes de segurança devem participar do esquema de segurança especial organizado pelo Estado para o dia da eleição no Rio Grande do Norte. Na manhã desta sexta-feira (13), a governadora Fátima Bezerra (PT) concedeu uma coletiva de imprensa ao lado dos representantes da área da segurança do Governo, e detalhou a operação, que custará R$ 2,5 milhões em diárias operacionais e deve garantir a presença de agentes de segurança em todos os 1.539 locais de votação do Estado. 

Coronel Alarico Azevedo, comandante da Polícia Militar, declarou que policiamento está reforçado

#SAIBAMAIS#Apesar da votação acontecer apenas das 7h às 17h do domingo, 15 de novembro, os agentes começaram hoje os deslocamentos até o posto em que deverão trabalhar, seja na capital ou no interior. Neste ano, serão 60 zonas eleitorais distribuídas pelos 167 municípios, e a expectativa é de que mais de 2,4 milhões de eleitores compareçam às urnas no domingo.
Durante a apresentação sobre a operação de segurança, a governadora destacou que os policiais já vão embarcar para o serviço com a diária operacional paga pelo Estado. “O Governo do Estado está custeando, apenas no mês de novembro, R$ 3,7 milhões em diárias operacionais, das quais R$ 2,5 milhões serão exclusivamente para o período eleitoral”, destaca Fátima. 

Ao todo, serão 8.200 agentes, incluindo os mil novos policiais militares recém-formados e incorporados às fileiras da corporação no Estado. “Todo o planejamento está pronto e todo o efetivo das forças de segurança pública estão em condições de atuarem nos 167 municípios do Estado nas 60 zonas eleitorais”, disse Coronel Francisco Araújo, secretário de segurança do Estado. 

A maior parte do contingente de agentes de segurança será composta de policais militares, que somam 7,2 mil. Desses, 3 mil estarão atuando de forma extraordinária diretamente nos locais de votação. “Eles vão assegurar a segurança das urnas e desses locais. Além disso, a partir dessa sexta-feira, já começamos a operar com patrulhamento reforçado e, domingo, todo o efetivo da PM estará de prontidão”, disse o coronel Alarico, comandante da Polícia Militar. 

A Polícia Civil, por sua vez, vai empregar 650 agentes no dia das eleições, e vai trabalhar em parceria com a Polícia Federal nos municípios de Natal, Mossoró, Caraúbas, Pau dos Ferros, Caicó e João Câmara. As delegacias regionais vão funcionar ao longo de todo o domingo, assim como todas as delegacias com sede de comarca. “Vamos cumprir o trabalho de polícia judiciária e oferecer apoio à Justiça Eleitoral. As delegacias vão funcionar durante o pleito, e vamos estar fazendo a lavratura de flagrantes, TCOs e dando suporte para o registro de crimes eleitorais que possam ser identificados no dia”, destacou Marcelo Geriz, delegado da Delegacia de Polícia da Grande Natal. 

O Corpo de Bombeiros Militar e o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) também vão atuar em regime especial durante a votação. O Corpo de Bombeiros fará atividades de prevenção e combate a incêndio e pânico e também o atendimento pré-hospitalar de urgência, salvamento e outras atividades previstas que podem acontecer nos locais das eleições. 

O Itep também deve atuar em regime de plantão, com a estrutura dispoinibilizada e de prontidão para qualquer ocorrência que necessite da presença da perícia. “Vamos contar com equipe extra de plantão nas regionais e em Natal, com reforço principalmente na capital e na região Oeste”, disse o diretor do Itep Marcos Brandão. 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *